D7000

A lenda da profundidade de campo entre Full Frame x APS-C


Tenho visto muitas pessoas afirmando e matérias escrevendo que usar uma máquina Full Frame faz com que o fotografo trabalhe melhor e mais definido a profundidade de campo ou circulo de confusão a frente ou ao fundo do objeto focado!

Esta matéria é pra não deixar dúvidas sobre este assunto e você tirar suas próprias conclusões.

Tenho um amigo no meu face o Marcelo Floriano de Rezende que escreveu estes dias:

A mente humana é como um paraquedas, só funciona bem quando está aberta”.

Vamos lá, o que fizemos nestas duas fotos, a primeira foi com a Nikon D800 com a objetiva 50mm f2.8, a segunda com Nikon D7000 com a mesma objetiva e distância do objeto que no caso é o boneco do meu filho, a diferença é a superexposição na imagem para diferenciar na fusão.

O círculo de confusão ficou a cargo de lâmpadas de natal de led ao fundo da imagem.

Perceba o fator de corte, a imagem se encaixa super bem dentro da imagem Full Frame, mostrando que não há fator de multiplicação na imagem APS-C e sim fator de corte.

fusao

Segunda imagem, veja o circulo de confusão no fundo , a profundidade de campo é a mesma.

fusao1

Ou seja, você está convencido agora que não existe diferença visível de profundidade de campo entre uma Full Frame e APS-C com a mesma objetiva e a mesma distância física?

Bom pra mim, ainda não vejo diferença suficiente para investir o dobro em uma Full Frame, mas vamos lá.

E se eu resolver fotografar com a mesma objetiva mas manter a proporção do corte, a D800 vai estar a frente e a D7000 vai estar atrás ou seja a D800 mais perto vai desfocar bem mais do que a D7000 que está atrás, veja com seus próprios olhos e tira sua conclusão!

fusao3

O agrupamento do círculo difere devido a distância física, mas o circulo de confusão é muito idêntico, a diferença existe sim, mas ela é muito pequena para seu olho ou seu cliente ver.

E sinceramente será que você é capaz de falar qual foto é a D800?

As duas com ISO 100, f5.6 1/2 de velocidade, lembrando que as duas estão com o mesmo preset interno.

A pergunta é:

Será que realmente vale a pena investir em uma máquina que custa R$ 8.000,00 onde a diferença de profundidade de campo a olho nú você não vê?

Teste com a D7000 – fotografia


Bom, este trabalho fiz pra fotógrafa Dani Quintão.

Os noivos são gringos e a noiva adora a cor azul.

Como eu era o fotógrafo tradicional, procurei ter uma pitada de jornalismo na cobertura, evitei de usar muito o flash  para não atrapalhar a luz contratada e ao mesmo tempo ter imagens inusitadas da cerimônia acontecendo na boate.

Em relação a máquina em questão…

UM ESPETÁCULO CUSTO x BENEFÍCIO!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Testado e APROVADO! D7000 Nikon


Não é de hoje que vocês sabem que tenho uma amante…

a FOTOCINEGRAFIA!

Estou me dedicando muito, para aprender todas as possibilidades de filmar com câmeras fotográficas.

Acabei de voltar do carnaval super chuvoso, e com este filme da roça pude testar a D7000 para filmar.

Em relação a fotografia dela, sem comentários, um espetáculo!

Em relação a filmagem 2 observações, a primeira negativa e a segunda positiva

*Poder filmar com frames de 30 e 60 quadros como a Canon.

*Não esquenta e para do nada como a Canon 7D e 60D.

Testado e aprovado, em breve vou fazer um bom casamento para vocês e postar no blog.

A tendência virou realidade D7000!


Hoje saiu a vedete da marca pioneira em fotocinegrafia no mundo!

Este link mostra a qualidade de captura do vídeo.

E como falei há algum tempo, a fotocinegrafia, de tendência virou realidade para todos.

http://www.bhphotovideo.com/find/hdslr.jsp?cm_sp=HDSLR-_-HDSLR`Guide-_-HDSLR`Go2`HUB

Fotógrafos do Brasil, agora esta realidade é nossa, podemos trabalhar com curtas, documentários, videoclips ou até mesmo longa metragem.

Este vai ser mais um nicho de mercado para todos nós com um custo muito barato e com uma qualidade de HOLLYWOOD